quarta-feira, 30 de dezembro de 2009

terça-feira, 29 de dezembro de 2009

Preparativos para o Carnaval 2010











































O Movimento Pró Cultura já iniciou os preparativos para o Carnaval 2010. Foi realizado, ontem, 28/12, uma oficina para reparos de instrumentos que estavam avariados. Foram reformados Três surdos, dois taróis e um surdim. Foram trocadas peles que estavam furadas e os instrumentos foram afinados. As alegorias também  foram avaliadas e passarão por reformas em estrutura e vestuário. 
       O Bloco do Papagio é um projeto desenvolvido pelo Movimento Pró Cultura e procura trabalhar a arte e cultura como instrumentos de inclusão social e valorização da cidadania. O projeto contou com apoio da Lei Municipal de Incentivo a Cultura em 2007,  2008 . Em 2010 , seu desfile será feito com criatividade e força de vontade da comunidade e não contará com recursos do Fundo Municipal de Cultura...
       Os ensaios acontecem a partir das 20:00 horas em frente ao Centro Comunitário Pró Cultura, no bairro Aeroporto.

É tempo de Folia de Reis

Durante 12 dias, a partir do natal - até 6 de janeiro-, o Alferes da Folia, chefe dos foliões, pode bater à sua porta a qualquer momento, de manhãzinha, seguido dos palhaços do Reisado e de seus instrumentos barulhentos.  Vai despertar quem estiver dormindo, pedir pemissão para entrar, tomar café e recolher dinheiro para a Folia de Reis, uma festa popular de origem portuguesa que ainda sobrevive em cidadezinhas brasileiras. Vai oferecer uma bandeira colorida, enfeitada com fitas e santinhos, enquanto, do lado de fora, os palhaços vão dançar ao som do violão, do pandeiro, do cavaquinho, recitando versos.
Esta festa comemora o nascimento de Cristo. Seu enredo lembra a viagem que os três reis magos - Baltazar, Belchior e Gaspar - fizeram a Belém para encontrar o Menino Jesus. Os palhaços, vestidos a caráter e cobertos por máscaras, representam os soldados do rei Herodes, em jerusalém. Os foliões abrem alas com uma bandeira, que - dizem!- é abençoada e protege das más influências. Depois de 12 dias de jornada, o dinheiro arrecadado é gasto em comes e bebes para todos.  


  É um costume de origem portuguesa registrado em todo país.   Essa  tradicional manifestação cultural   se mantem viva na cidade de Muriaé. Trata-se de grupos de diversos lugares , principalmente da periferia que no tempo de reis saem de parada em parada com os versos e estrepulias do palhaços. No dia 26/sábado passou pelas ruas do Aeroporto a Folia de Reis Três Reis Magos  que tem como lider e coordenador Alexandre da Vila Cabral. Em Muriaé existem Folias no Planalto, São Cristovão, Encoberta, Safira ...

Fonte da pesquisa:  http://www.terrabrasileira.net
Fotos : Folia de Reis Três Reis Magos/Sandro Carrizo- Muriaé - Minas Gerais

terça-feira, 22 de dezembro de 2009

Situação do aeroporto de Muriaé é citado em blog da cidade


Vista parcial do Bairro Aeroporto

Foi publicada matéria,  em respeitavel blog da cidade,  sobre o aeroporto de Muriaé , que está interditado pela ANAC - Agência Nacional de Aviação. A matéria faz, e muito bem, menção sobre a precariedade do campo de pouso,  no que tange a segurança. Porém, ficamos incomodados com depoimento de um usuário do aeroporto que responsabilizou os moradores pela falta de segurança, ele diz


"O problema são as pessoas da comunidade que atravessam a pista a todo momento e animais que soltam lá - um dia desci de avião aí e um cachorro estava correndo atrás do jato.. ridículo. um trem de pouso quebrado aí, por menor que seja, causa um prejuízo milionário, na melhor das hipóteses, e uma tragédia, na pior. Segurança de vôo é fundamental. Já vi gente, cavalo e cachorro na pista. Um dia tinha uns cinco porcos. Um absurdo. - disse um usuário do Aeroporto de Muriaé que mora fora "
 

Então    fizemos os comentários que se reproduz aqui:

Sou morador do bairro e reconheço a precariedade do Aeroporto de Muriaé. Mas culpar os moradores ou cachorros da comunidade pela interdição… aí e´demais. A responsabilidade é da administração do local que não faze o necessário para evitar a presença de animais ou pessoas no local. O Campo de pouso é usado como área de lazer ( o que é errado) mas, Por que? Eu mesmo respondo; Não existem no bairro praça pública, quadras de esporte, áreas de convivência, espaços para o lazer das crianças comunidade…Em épocas de eleições o morro fica infestado de políticos oportunistas que só prometem…mas não fazem nada para resolver os problemas da comunidade…
 

E digo mais: Nos últimos tempos, temos um agravamento da violência e a praga do crack já se faz presente no bairro Aeroporto. Então, clamo as autoridades para se preocuparem com a segurança do campo de pouso…mas também, com nossos jovens e crianças que estão sendo cooptadas pela marginalidade por falta de opção ou politicas públicas no local…Reconheço que o CRAS do Aeroporto tem feito um ótimo trabalho…mas é pouco. Nos fins de semana, a vulnerabilidade aumenta por não haver escolas abertas , nem o CRAS com atividades para as crianças…Que se faça o necessário no campo de pouso para garantir a segurança dos usuários…mas, não deixem de olhar para a população humilde e sofrida em nosso bairro. 
 

Com esses comentários   fomentamos do debate sobre o aeródromo de Muriaé e  nossa comunidade...pois, não adianta fazer tudo o que está previsto...se não trabalhar a conscientização dos moradores. É preciso que entendam  o perigo de estar na pista de pouso,   e que é crime invadir áreas públicas sem  permissão. Portanto, cabe um plano de ação voltado para a adequação das normas de segurança, hoje falhas,  por  questões de gerenciamento,  e não dos moradores e seus cães. Com uma ação que envolva os moradores e lideranças  na busca de um objetivo comum, acreditamos que haverá resultado positivo...para os poucos que possuem avião...e também para os muitos que nada tem...

segunda-feira, 21 de dezembro de 2009

LEI 18606 2009 - GOVERNADOR DECLARA MOVIMENTO PRÓ CULTURA UTILIDADE PÚBLICA ESTADUAL

Declara de utilidade pública a
entidade Movimento Pró-Cultura, com
sede no Município de Muriaé.


O GOVERNADOR DO ESTADO DE MINAS GERAIS,
O Povo do Estado de Minas Gerais, por seus representantes, decretou e eu, em seu nome, promulgo a seguinte Lei:

Art. 1º Fica declarada de utilidade pública a entidade Movimento Pró-Cultura, com sede no Município de Muriaé.

Art. 2º Esta Lei entra em vigor na data de sua publicação.

Palácio da Liberdade, em Belo Horizonte, aos 16 de dezembro de 2009; 221º da Inconfidência Mineira e 188º da Independência doBrasil.

AÉCIO NEVES
Danilo de Castro
Renata Maria Paes de Vilhena



Fonte:

PUBLICAÇÃO - MINAS GERAIS DIÁRIO DO EXECUTIVO - 
17/12/2009 PÁG. 1 COL. 



Biblioteca Comunitária do Aeroporto



    
    Com a  existência de espaços destinados à cultura e fomento á educação das crianças, adolescentes e jovens criam-se  comunidades mais próximas da realidade. A biblioteca é um lugar para se pensar, criar e inovar modificando conceitos históricos e contribuindo para o crescente desenvolvimento.
Os serviços de Biblioteca Comunitária do bairro Aeroporto fazem parte do Pró-Cultura, e  são oferecidos  a população a muitos anos. Fundada em 1998, a Biblioteca desenvolve várias atividades como; empréstimo de livros, auxílio a pesquisas, pesquisas sobre a história do bairro, rodas a leitura, contação de estórias, articulação comunitária e consultas na internet.
A Biblioteca do projeto já conta com acervo de aproximadamente 6.000 livros organizados em  prateleiras de aço e madeira. É equipada com 3 jogos de mesas de plástico, com aparelho de CD,com  computador e uma impressora. O ano de atividade na biblioteca tem a duração de 12 meses, sendo 20 horas / semana, perfazendo um total de 80 horas de atividades por mês ou 960 horas /ano. Portanto, ao final de três anos, serão oferecidas  2880 horas de serviços de biblioteca. A Biblioteca funcionará de segunda a sexta e aos sábados em dias de eventos.
Objetivo
Oferecer às crianças, adolescentes, jovens e adultos espaço e oportunidades de leitura, troca de experiências, informação, acesso a consultas na internet e desenvolvimento cultural e da cidadania. 
Desenvolvimento
A Biblioteca conta com um coordenador com ampla experiência e vários trabalhos realizados na área de educação e cultura.  Tal coordenador é responsável pela organização do espaço e do acervo literário, além de atender os usuários. É também, animador dos programas de incentivo a leitura a serem desenvolvidos.  Para maior potencialização dos serviços busca-se desenvolver os trabalhos descritos abaixo.
Empréstimo de livros
Trata-se de atividade de grande importância e consiste no carro chefe de todas as atividades desenvolvidas. Portanto, esse serviço tem de ser dinâmico e eficiente  levando em consideração  o controle de saída:  os livros quando são emprestados o usuário preenche uma ficha com nome endereço - telefone etc. e dentro do livro é colocada uma ficha (papeleta) com data de entrega e devolução e informação de cobrança de multa (simbólica) na falta de devolução no prazo. As fichas da biblioteca são arquivadas e as datas de devolução controladas por registro à parte, para contato no caso de falta de devolução. Essas medidas, mesmo que a biblioteca não dê maior importância a não-devolução, são úteis para desenvolver o sentido de responsabilidade nos usuários.  Cada usuário pode ficar com os livros por uma semana com direito a renovação.  
  Contação de estórias
Para incentivar a leitura, pretende-se criar um grupo de contadores de estórias no para resgatar a arte de contar estórias e aprimoramento das técnicas. Periodicamente serão promovidas rodas de contação de estórias, onde contadores de estórias renomados serão convidados a participar. Contadores populares também se farão presentes. Ouvindo histórias, crianças e adultos podem apresentar reações que manifestam seus interesses revelados ou inconscientes e conseguem vislumbrar nas narrativas, soluções que amenizam tensões e ansiedades. Estimula também a socialização, desenvolve a atenção e a disciplina.
 Mediação de leitura
A mediação de leitura, outra modalidade de incentivo ao hábito de ler utilizada na biblioteca. Ela transforma a atividade de leitura em rotina, sem exigir do mediador grandes habilidades artísticas. Qualquer pessoa que saiba ler adequadamente e que goste de trabalhar com literatura e pessoas (crianças e adultos), pode e deve participar dessa experiência. Trata –se de acompanhar pequenos usuários em suas investidas literárias. Cabe ao mediador, despertar no leitor  o interesse pelo texto despertando a magia contida nos livros.
 Programa Biblioteca Ativa
Trata-se de realização ações que despertem na população o interesse pelos serviços da Biblioteca Comunitária . A biblioteca periodicamente  faz eventos para despertar o interesse nos livros (sorteios - prêmios aos leitores mais assíduos- concursos de redação, análises de textos, poemas, festivais de poesias, sarau etc.) .  Poderá ainda, e deve, realizar  parcerias com as oficinas do projeto Centro comunitário para animação de eventos literários.  
Consultas na Internet
Esta atividade entrará em ação com maior intensidade com a aprovação do projeto e informatização da Biblioteca. Na intenção de favorecer os usuários dos serviços de Biblioteca, serão disponibilizados terminais de consultas na internet gratuitamente. Estes serviços estarão disponíveis nos horários de funcionamento. As informações acima fazem parte do projeto Ponto de cultura e será implementado em 2010
 

domingo, 20 de dezembro de 2009

Encontro da Cáritas em Leopoldina foi um sucesso























































 Com a presença de dezenas de pessoas vindas das mais variadas cidades da Diocese de Leopoldina aconteceu ontem(19/12) o encontro entre a diretoria da Cáritas e os responsáveis por projetos finaciados com o Fundo Diocesano de Solidariedade. A reunião iniciou-se com oração e relato histórico da Cáritas Diocesana e esclarecimentos sobre a atuação da Cáritas Nacional e Internacional.

Os projetos tiveram oportunidade de apresentar seus resultados realçando os avanços e dificuldades encontradas para a realização dos mesmos. Foi servido um delicioso almoço e a na parte da tarde foi realizado um trabalho de grupo que trabalhou com o tema: " Fundo Rotativo solidário", que é uma nova proposta a ser desenvolvida na Diocese no futuro.

Participaram : Movimento Pró Cultura, IFOP- Instituto de Formação Popular, CPT- Comissão Pastoral da Terra, Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Muriaé , Barão do Monte Alto e Rosário da Limeira, Movimento Jovem de Ubá, Padaria Comunitária de Uba, Ascamare- Associação dos Catadores de Materiais reciclados de Leopoldina e outros convidados...

sábado, 19 de dezembro de 2009

CÁRITAS DIOCESE DE LEOPOLDINA PROMOVE ENCONTRO COM ENTIDADES DA SOCIEDADE CIVIL

Acontece hoje importante reunião da Cáritas Diocesana de Leopoldina com os responsáveis de projetos financiados com o FDS-  Fundo Diocesano de Solidariedade. O Fundo é formado com recursos da coleta solidária realizada nas missas do Domingo de Ramos de cada ano. Na Diocese de Leopoldina o FDS financia dezenas de projetos de promoção da vida e defesa de direitos.


Foram convocados os representantes de cada projeto que terão espaço para socializar os resultados alcançados. O objetivo da reunião é fazer um intercambio entre as diversas iniciativas desenvolvidas pelos projetos e avaliar os procedimentos de seleção  de projetos, acompanhamento e prestação de contas dos recursos que repassados para as entidades.


O Fundo Diocesano de Solidariedade é um ponto de apoio a projetos se tornou importante mecanismo de fomento do terceiro setor comprometido com as causas sociais. Com iniciativas voltadas para democratizar o acesso aos recursos por meio de editais ,  o Fundo Diocesano de Solidariedade promove o desenvolvimento social na área compreendida pelo território da Diocese de Leopoldina.  Muitas entidades tem nesse Fundo sua única fonte de recursos...Daí sua grande importância. 

O Movimento Pró Cultura tem o Projeto Centro Comunitário        apoiado pelo FDS desde 2006,  e considera o FDS um dos principais fatores de desenvolvimento institucional da  nos últimos anos.

quinta-feira, 17 de dezembro de 2009

ENSAIOS DO BLOCO DO PAPAGAIO

INICIAM-SE NESSE DOMINGO ÁS 10 HORAS DA MANHÃ EM FRENTE AO CENTRO COMUNITÁRIO PRÓ CULTURA OS ENSAIOS DO BLOCO DO PAPAGAIO


NÃO PERCAM !

"Projeto Cine em Movimento" será desenvolvido em 2010


         Foi apresentado o "Projeto Cine em Movimento" à Lei Municipal de Incentivo a Cultura de Muriaé. O projeto é uma inovação prevista para o próximo ano,  e consiste no oferecimento de oficinas de produção do audiovisual e exibição de filmes e documentários  pelas periferias da cidade. O projeto tem inspiração no Projeto desenvolvido pelo Movimento Jovem de Uba,  que tem como coordenador Vinicius Samor Lacerda. 
           O Projeto Cine em Movimento terá uma  oficina de audiovisual com  a duração 10 meses ou 40 semanas, sendo 2,5 horas / aula por semana, perfazendo um total de 100 horas de atividades. O espaço a ser utilizado como estúdio e sala de encontros é o Centro Comunitário localizado na rua Santos Dumont, 96.  A oficina será dividida em módulos práticos e teóricos que estarão abordando diversas técnicas de audiovisual. Ao longo de sua formação, o participante atravessará dois níveis de aprendizagem: o primeiro nível será composto por programas de aprendizagem, conjuntos de atividades integradas que promovem a investigação e a prática necessárias à formação integral do realizador audiovisual, incluindo sucessivos exercícios de roteirização, produção, filmagem e pós-produção; o segundo nível é o momento em que o aluno se envolve na realização de filmes, documentários ou vídeos.
            O módulo Teórico (54 horas) será composto de palestras: 5 horas sobre a historia do cinema (em geral), 3 horas sobre a historia das técnicas cinematográficas, 5 horas sobre a Luz e o Som (princípios físicos da luz e do som, percepção humana da luz e do som), 15 horas sobre as técnicas de gravações (as câmeras, gravação em studio, gravação em ar livre, a importância da luz, “O que que tenho fazer com essa vara e esse boom?”, os planos...), 10 horas sobre os roteiros literário (e suas 3 partes) e técnico (com todas as informações sobre Luz, Posicionamento das câmeras...), 8 horas de workshop “Como escrever um roteiro em grupo?”,  4 horas de debates/encontros/reflexões sobre o tema audiovisual com palestrantes convidados, 8 horas de Mostra de Vídeos, 4 horas de reuniões de avaliação da oficina.
            No módulo Prático (46 horas), os envolvidos no trabalho participarão de todas as etapas da criação de um vídeo, a partir de uma sinopse proposta pelos próprios alunos e supervisionada pelo monitor. Será realizado através de Oficinas de produção, gravação e edição. Breves tomadas do bairro, comunidades e cidade pelos alunos, junto aos monitores serão feitas. A seguir, participarão da edição, feita na oficina, em ilha de edição, com a tela do monitor projetada em telão. Serão produzidos documentários e/ou filmes que retratem a realidade vivida pelos participantes. A ótica do excluído e marginalizado será explorada,  sendo o fio condutor para as produções que deverão exaltar a cidadania e  o sentimento de pertencimento ao bairro.
           O produto final das oficinas será apresentado por meio de exibições de audiovisual nos diversos cantos do Aeroporto e outros bairros da cidade,  conforme planejamento prévio. As exibições serão mostras do que estará sendo produzido e também outros filmes e documentários nacionais.  Pretende-se desenvolver a produção de 1(um) documentário(ou filme) de até 20 minutos a cada cinco meses de trabalhos. Portanto, dois documentários(ou filme) serão realizados, buscando o conceito de "aprender fazendo". Cada documentário ou filme será reproduzido em 250 DVDs que serão distribuídos entre os participantes, parceiros, colaboradores (em conformidade com o Edital da LIC 2009). O excedente (50%) será comercializado a preços simbólicos e os recursos obtidos revertidos em beneficio do projeto. Portanto, ao final de um ano de trabalhos serão produzidos 500 DVDs.
            Os equipamentos a serem utilizados serão cedidos gratuitamente pelo proponente. Serão disponibilizados na realização do projeto filmadoras, iluminação, microfones, ilhas de edição, tela de Projeção, projetor multimídia, cabos de áudio, sonorização de eventos. É importante destacar que tais equipamentos serão complementados  com outros  a serem adquiridos pelo projeto em tela.
         O projeto contará com um monitor/professor, que possui ampla experiência e vários trabalhos realizados no campo do audiovisual.  Para obter maior conhecimento e análise crítica sobre o audiovisual, serão convidados a participarem como palestrantes, cinegrafistas e produtores com ampla experiência e produção no campo do cinema e audiovisual em geral. O projeto terá  permanentemente um blog na internet onde serão postados as ações do projeto e os vídeos produzidos.

quarta-feira, 16 de dezembro de 2009

O Carnaval de Muriaé ainda é dúvida















O Carnaval de Muriaé vem passando por uma operação resgate por parte de Produtores Culturais e Fundarte. Há três anos seguidos é montada uma estrutura na praça João Pinheiro para atender os blocos e as bandas que animam a festa em nossa cidade. Em 2010, porém, pode ser diferente. Os Blocos Carnavalescos que fazem a alegria da população e que representam realmente o Carnaval de rua, não tiveram seus projetos aprovados pela Lei Municipal de Incentivo a Cultura e estão com suas finanças zeradas.

Dizemos que existem dúvidas no ar devido o fato de não ter havido (ainda) compromisso formal da administração ( FUNDARTE) com os carnavalescos responsáveis pelas agremiações: Escola de Samba Canarinho do Samba, Bloco do Papagaio e Sambloco. Esses Grupos Culturais trabalham pelo resgate do Carnaval e precisam de ajuda para a recuperação e manutenção de seus instrumentos, no transporte de percussionaistas e alegorias, no lanche dos participantes, nos uniformes, nos tecidos de fantasias e na locação de equipamentos de som etc.

Não é correto que se gaste milhares de reais na contratação de bandas de pagode e Axé, e se deixe á mingua, as agremiações da cidade. Outro ponto, que deixa margens de dúvidas, é o fato de se fazer o Carnaval uma semana antes. Isso não é legal, pois o carnaval tem sua data prevista e Muriaé precisa de estar em sintonia com o resto do país. Fazer antes, pode ser conveniente para quem vai viajar no carnaval...mas para a grande massa de muriaeenses que não viaja, é inconcebivel a inexistência de Carnaval na cidade nos dias da verdadeira folia.

Nós, carnavalescos da cidade, acreditamos que se a cidade fica morta nos dias Carnaval porque não se oferece nada de atração. Portanto, é errado dizer que vamos ter o Carnaval tão esperado. Teremos sim, se não haver revisão da data, mais um grande Pré Carnaval, com desfiles de Blocos e banda na praça...como nos anos anteriores, o que já é um grande avanço, em relação a outros tempos.


terça-feira, 8 de dezembro de 2009

Movimento Pró Cultura tem projeto aprovado pelo Conselho Municipal de Direitos da Criança e Adolescentes de Muriaé

Fundo da Infância e Adolescência de Muriaé será parceiro do  Pró Cultura em 2010.

Na reunião de  hoje (08/12) do CMDCA-  Conselho Municipal de Defesa dos Direitos da Criança e Adolescente  foram apresentados os projetos aprovados para receberem recursos do FIA - Fundo da Infância e Adolescência de  Muriaé.  O Movimento Pró Cultura foi contemplado com aprovação do projeto intitulado de Oficina de Percussão do Papagaio. Trata-se de  um projeto a ser  desenvolvido no bairro Aeroporto e consiste no oferecimento de Oficinas semanais de música  e percussão. As oficinas consistem em ser espaços alternativos para a criação musical, integração comunitária, cultural e o fortalecimento de vínculos dos participantes com a música instrumental. A Oficina de Percussão do Papagaio buscará trabalhar a percussão em diversos ritmos e tons sempre voltados para a construção de uma identidade cultural própria e independente valorizando sempre a criança e adolescente.

Secretária de Desenvolvimento Social  Eveline Amaral e Conselheiros do CMDCA 08/12/2009

quinta-feira, 3 de dezembro de 2009

Escadão do Aeroporto e sua correnteza




O escadão localizado na Vila Cavalhier  que da acesso á parte mais alta do bairro,  em tempos de chuvas se torna uma verdadeira cachoeira. O Movimento Pró Cultura afirma   que o lugar fica difícil de passar até mesmo com pequenas pancadas de chuvas. Nas fotos,  o resultado de 10 minutos de chuva que caiu nessa quarta feira  no horário do almoço. Se alguma autoridade tiver sensibilidade para providenciar um desvio das águas que escorre pelo escadão,  a população local ficaria agradecida...

Pequenas obras também são importantes para população...

segunda-feira, 30 de novembro de 2009

Eleições no SindUTE : Chapa 3 é vencedora.















Beatriz Cerqueira - Nova Coordenadora Geral do SindUte, eleita com Chapa 3 

As eleições para a nova diretoria estadual para as diretorias regionais e também para os membros do Conselho Geral,  ocorreram durante toda a semana passada.  A Coleta de votos  se deu por meio de  urnas volantes que percorreram as escolas da região.  A  urna fixa foi instalada na subsede de Muriaé e coletou votos principalmente dos profissionais aposentados da Educação . As eleições foram tranquilas e sem maiores ocorrências.
A participação dos filiados foi boa  totalizando os números abaixo :




Sind UTE- SUBSEDE DE MURIAÉ
Resultado das Eleições Internas
DIREÇÃO ESTADUAL
CHAPA 1 ----------29 VOTOS
CHAPA 2------------7 VOTOS
CHAPA 3---------423 VOTOS

NULOS--------------2 VOTOS

BRANCOS---------4 VOTOS

__________________________
TOTAL -----------465 VOTOS

DIREÇÃO  REGIONAL
CHAPA ÚNICA-----455 VOTOS

BRANCOS----------5 VOTOS
NULOS--------------5 VOTOS
_________________________
TOTAL------------- 465 VOTOS

ELEITOS PARA O CONSELHO GERAL
- Jair Abreu
- Israel
- João Francisco dos Santos
- Ivan Lomeu
- Sandra Bittencourt
- Rogéria
- Glorinha

Como entidade parceira,  o Movimento PRÓ CULTURA cumprimenta a chapa vencedora desejando sucesso e força nos trabalhos...PARABÉNS PELA VITÓRIA...


FOTO (Jornal O Tempo) : Beatriz Cerqueira - Nova Coordenadora Geral do SindUte, eleita com Chapa 3 



sábado, 28 de novembro de 2009

Fórum Territorial de Cultura em Muriaé

        A principal característica de um Forum é a oporunidade de debater e discutir sobre determinados temas , com pessoas que se interessam por aquele mesmo assunto. Foi assim,  a dinâmica do evento que aconteceu no Grande Hotel Muriaé promovido pelo CEPEC - Centro de Pesquisa e Promoção Cultural, entidade com sede  na cidade de Araponga com apoio da Fundarte.

          O Forum é intinerante e busca identificar as principais demandas culturais da região do Território da Serra do Brigadeiro. O Forum é um instrumento que está  fomentando debates e coletando dados que possam subsidiar políticas públicas e privadas de desenvolvimento cultural. Pudemos participar do Grupo que debateu a relação da  Cultura e Educação como estratégia de valorização do saber popular e tradições locais e culturas populares.
            Estiveram presentes personalidades da área da Cultura como  Zé Olavo - Associação dos Violeiros, Fernanda Vieira - Casa de Cultura, Gilca Napier- Diretora da Fundarte, Elias Muratóri - Blog do Elias, Nina Campos- Belisário, Seu Zezinho-Belisário, José  Nicodemos- Centro Cultural Del Rey, Wilson - Jornada de Reis e muitos outros militntes da área.       



 O Movimento Pró Cultura  se fez presente em mais esse importante evento regional e avalia positivamente a iniciativa e o apoio dado pela Fundarte ...

terça-feira, 24 de novembro de 2009

BLOCO DO PAPAGAIO/ OFICINA DE PERCUSSÃO




             A Oficina de Percussão  é uma atividade desenvolvida pelo  Movimento Pró Cultura  através do Bloco do Papagaio,  e traz a proposta de trabalhar os diversos instrumentos, buscando sempre os ritmos que compõem as tradições populares da região tais como: o Samba, Congado, Caxambu, Mineiro Pau, Folia de Reis e Dança dos Caboclos... O projeto não tem grandes custos com a aquisição dos instrumentos pois o proponente já os possui, bem como as baquetas e talabartes
               A oficina tem a duração de 10 meses, sendo 2 horas e meia de aula por semana, perfazendo um total de aproximadamente 100 horas/aula de atividades. A oficina é desenvolvida em módulos práticos que estão abordando diversos ritmos e tons. 
           A oficina de percussão conta com um monitor/professor que possui ampla experiência e vários trabalhos realizados no campo da música e percussão. Para obter maior conhecimento e interação com a percussão a oficina sempre convida para intercambio e troca de experiências outros grupos de percussão da cidade ( Orquestra de Percussão Projeto vida, Sambloco e Escola de Samba do Planalto). Na oficina de percussão estão sendo preparados os bateiristas que animam os desfiles de carnaval do Bloco do Papagaio.
OBJETIVOS
          A Oficina de Percussão consiste em ser espaço alternativo para a criação musical, integração comunitária e cultural e busca o  fortalecimento de vínculos dos participantes com  a comunidade. A Oficina de Percussão buscará trabalhar a percussão em diversos ritmos e tons que estarão sempre voltados para a construção de uma identidade  própria e independente

DESENVOLVIMENTO
           A partir de uma coordenação a oficina  acontece uma vez por semana com durabilidade de duas horas e meia.  Nesses encontros são  trabalhados os ritmos musicais, a confecção de instrumentos alternativos, a produção de números musicais dentre outros temas. Trata-se de criar por meio dessa oficina condições favoráveis para a construção de peças musicais que serão apresentadas para comunidade e adjacências. O projeto cria também, condições para o fortalecimento cultural das comunidades contempladas com as apresentações. Com as atividades da Oficina de Percussão o projeto estará criando condições de elevar a auto-estima dos moradores do Aeroporto e o sentimento de pertencimento criando uma identidade coletiva pautada na valorização da vida e esperança.


 

quinta-feira, 19 de novembro de 2009

Eleições no SINDUTE

         Inicia-se ás 8:00 horas da manhã, de Segunda Feira (23/11/09) as eleições para a diretoria do SindUte- Sindicato Único dos Trabalhadores em Educação de Minas Gerais. A nível estadual,  concorrem três chapas, já na subsede de Muriaé a chapa é única. Paralela a eleição para a direção da entidade sindical ocorre também a eleição dos novos componentes do Conselho Geral do Sindicato.
        Em Muriaé em reunião realizada no dia 18 de novembro de 2009, ficou decidido o apoio incondicional de Muriaé á Chapa 3, devido a presença da companheira Sandra Lucia Bittencourt como componente de tal chapa.
              O SindUte é parceiro do Movimento Pró Cultura e a dois anos nos apoia, contribuindo das mais variadas formas com a realização das atividades .
 

Se você é filiado não deixe de votar!

PARTIDO DOS TRABALHADORES FARÁ SUA ELEIÇÃO INTERNA NESSE DOMINGO


Acontece nesse domingo as Eleições para a composição do novos dirigentes do Partido em âmbitos nacional, municipal e estadual. Em Muriaé concorrem duas chapas sendo elas: A chapa " Reconstruindo o PT ", encabeçada pelo militante Joel Abreu e a chapa " Rumo ao Progresso" encabeçada pela Regina Couri.

Esperamos que a chapa mais comprometida com as causas sociais e com a tradição petista saia vitoriosa e possa resgatar o entusiasmo da militância para as eleições que se aproximam. Aos filiados, recomendamos o comparecimento na Câmara Legislativa para exercerem seu direito ao voto. E que possam votar conscientes !

MOVIMENTO PRÓ CULTURA DO AEROPORTO FAZ A SUA HISTÓRIA

 
O Movimento Pró Cultura é uma organização da sociedade civil do bairro Aeroporto de Muriaé que atende crianças, adolescentes e jovens com oficinas de arte, cultura e cidadania. É reconhecida como Utilidade Pública Municipal e Estadual , é membro do Conselho Municipal de Defesa dos Direitos da Criança e Adolescente e do Conselho Municipal de Políticas Culturais de Muriaé.  Suas atividades começaram informalmente no ano de 1998, durante o período da Campanha da Fraternidade.  Sua fundação se deu com Grupo de Jovens JUBONC ( Jovens Unidos na Boa Nova de Cristo) da Pastoral da Juventude, que na ânsia de um gesto concreto,  iniciou um projeto de incentivo a leitura pelas ruas do bairro. 

O trabalho começou a frutificar e começaram chegar as doações de livros, prateleira, cadeiras, mesas e equipamentos  vindos de todas as partes  e pessoas.   Com a grande quantidade de livros arrecadados nos primeiros anos,   fundou-se a biblioteca Comunitária, hoje funcionando em sede própria construída e equipada com recursos arrecadados com a comunidade em geral.  Os objetivos da ONG são os mesmos desde sua fundação.  Difundir a cultura, defender direitos, promover a vida, fazer controle social e incentivar a leitura sempre produzindo cidadania. 

A cada assembléia, novas propostas são incorporadas e trabalhadas pelo Movimento Pró Cultura que também mantêm,  o Centro Comunitário situado na Rua Santos Dumont, 96.  Nos últimos tempos,  percebe-se a preocupação do Movimento com a promoção do sentimento de pertencimento ao bairro Aeroporto. Para isso,o Movimento pretende desenvolver no próximo ano uma série de eventos que promovam o bairro positivamente junto aos muriaeenses em geral. Com o desenvolvimento do Projeto Ponto de Cultura,  aprovado pela Secretaria Estadual de Cultura e Ministério da Cultura, com os desfiles do Bloco do Papagaio e as atividades da Biblioteca  a valorização da comunidade será a prioridade. 

Enfim, o Movimento Pró Cultura está aí há 10 anos  e tem muito mais a fazer. Quem se propor a  conhecer melhor o trabalho dessa instituição acesse no blog no linK http://procultura-muriae.blogspot.com/ e participe você também desse projeto que busca defender a vida e a esperança.

segunda-feira, 16 de novembro de 2009

Demonstrativo Financeiro aprovado na Assembléia Geral


DEMOSNTRATIVO FINANCEIRO 2009
MOVIMENTOS PRÓ CULTURA
JANEIRO A  OUTUBRO 2009
SALDO INICIAL EM JANEIRO 2009
R$ 3,28
RECEITAS
R$ 2.434,61
DESPESAS
R$ 2.821,66
SALDO DISPONIVEL EM CAIXA
R$ -387,05
SALDO EM CONTA CORRENTE
R$ 351,24


ORIGEM DOS RECURSOS
- Doações institucionais  e individuais
- Penas pecuniárias
- Projetos
- Bingo
-Contribuição anual dos membros
-Venda de abadás

DESTINAÇÃO DOS RECURSOS
- Manutenção do centro comunitário
- Manutenção de equipamentos e instrumentos musicais
- Compra de fantasias
- Doação para manutenção da casa das pastorais sociais
- Contribuição com a feijoada da Comunidade Santo Antônio

AÇÕES DESENVOLVIDAS E CONQUISTAS
- Desfile do Bloco do Papagaio no Carnaval de Muriaé
- Dia das crianças em parceria com a catequese (sessão de cinema e sorteios de brindes)
- Funcionamento da biblioteca todos aos sábados das 14 ás 17horas
- Comemoração do dia do livro infantil
- Campanha de coleta de plástico para reciclagem em parceria com a Drogahemil
- Participação no Conselho dos Direitos da Criança e Adolescente
- Parceria com IFOP na realização do curso de férias 2009
- Aprovação do Projeto Centro Comunitário Como Ponto de Cultura.
- Obtenção  do Titulo de Utilidade Pública Estadual 
- Participação na IIª Conferência Municipal de Cultura de Muriaé

-Cadastros atualizados nos Conselhos Municipais de Assistência Social e 
- Defesa dos Direitos da Criança e Adolescentes

domingo, 15 de novembro de 2009

MOVIMENTO PRÓ CULTURA PRESENTE NO ABRAÇO AO RIO MURIAÉ



O rio Muriaé é um rio brasileiro que banha os estados de Minas Gerais e do Rio de Janeiro. Nasce no município de Miraí, na Zona da Mata Mineira, e deságua no rio Paraíba do Sul na altura do município de Campos dos Goytacazes, Rio de Janeiro. Tem como principais afluentes os rios Glória e Carangola, sendo o rio Carangola o maior entre os dois. As maiores cidades localizadas às suas margens são Muriaé em Minas Gerais e Itaperuna no Rio de Janeiro. Considerando toda a bacia do Rio Muriaé, são três as maiores cidades, Carangola e Muriaé em Minas Gerais e Itaperuna no Rio de Janeiro. O processo de desmatamento desencadeado na Zona da Mata para o cultivo do café desde o século XIX foi implacável na bacia do rio Muriaé, afetando inclusive suas cabeceiras. Em 2006, um vazamento da lama resultante do tratamento da bauxita ocorreu em Miraí chegou ao rio Muriaé através de seu afluente rio Fubá, gerando impactos inclusive no rio Paraíba do Sul."        
           Hoje,  15 de novembro,  a partir das 8:00 horas da manhã, concentraram-se na rodoviária, cristãos de todos os cantos da cidade e forânia de Muriaé. Convocados pelos padres, pastores e lideranças religiosas  todos presentes  tinham como objetivo abraçar a causa de "Defesa do Rio Muriaé" como fonte de vida. O Movimento Rio nosso de Cada Dia surgiu esse ano em Muriaé como gesto concreto da Campanha da Fraternidade. O Movimento Pró Cultura comprometido com as causas sociais e ambientais se fez presente e humildemente abraçou o Rio por entender sua importância como fonte de equilíbrio e  biodiversidade, além de ser fornecedor de água para várias cidades da região.

Fonte: Wikipédia